Pra pensar | O que esperar de 2018?

happy-new-year-2018-images-1

O fim do ano sempre nos traz um pouco de reflexão, acho que é bem natural isso né, eu particularmente não curto fazer resoluções de ano novo, muito menos colocar metas e planos pro ano que está por vir, mas isso faz parte da minha personalidade e não julgo quem pensa diferente de mim.

Obviamente não foi sempre assim, eu fazia planos, fazia listinha no caderninho, anotava desejos, alguns sonhos, lugares que adoraria visitar, cursos que poderia fazer, até mesmo coisas que gostaria de comprar e quando chegava o final do ano eu lia aquela lista gigantesca e até absurda (por muitas coisas estar fora do meu alcance) e não tinha conseguido fazer nada daquilo, aí eu ficava bem frustrada com tudo e me sentindo uma super perdedora, porque a gente tem mania de se cobrar demais né?

Resolvi mudar o foco e parar de colocar metas para o ano seguinte, o máximo que faço agora é um balanço do ano que passou, dos momentos que vivi, penso no que fiz de legal, nas pessoas que estavam comigo, penso no que eu não deveria ter feito, me arrependo obviamente de algumas coisas, coloco tudo na balança e a partir daí vejo o que continua na minha vida no ano seguinte e descarto o que não deu certo e não foi bacana, tenho sido bem mais feliz assim.

Então hoje resolvi fazer um post diferente, apenas um momento de desabafo, de poder sentar e conversar com vocês, de dizer que está tudo bem se você não conseguiu atingir todos os objetivos do ano que passou, que você não será pior ou melhor do que ninguém se as coisas saíram do controle, que é normal nos cobrarmos demais, que devemos ver as coisas boas pelas quais passamos e que tudo que não foi bom contribuiu para o nosso aprendizado e crescimento, que nós temos aí mais um ano novo pela frente cheio de oportunidades de nos jogarmos e lutarmos pelos nossos sonhos e objetivos.

tumblr_otr19ms7dx1qk16vno1_500

A única coisa que sempre espero do ano que está por vir é que as pessoas melhorem, todas, eu, você e todo mundo, precisamos melhorar, devemos colocar a mão na nossa consciência sempre, mudarmos conceitos, repensarmos nossas atitudes, desconstruirmos pensamentos preconceituosos, eu só quero que todo mundo melhore e que a reciprocidade e empatia façam parte de nossas vidas.

A reciprocidade é uma particularidade de enorme valor na sociedade, é apresentada como uma norma imprescindível para uma convivência saudável. A reciprocidade é essencial, significa dar e receber.

Empatia significa a capacidade psicológica para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela.

dizem

E vocês o que esperam de 2018? Me contem nos comentários.

Beijos com muito carinho, amor, saúde e sucesso e que ano que vem estejamos todos juntos nessa luta diária chamada vida <3

Feliz ano novo!!!

Continue Reading

Empodere uma gorda

IMG_6567

EMPODERAMENTO: Conscientização; criação; socialização do poder entre os cidadãos; conquista da condição e da capacidade de participação; inclusão social e exercício da cidadania. É a conscientização e a participação com relação a dimensões da vida social. (Fonte)

Eu, a Carol do Blog  Lady Fofa e a Thamiris do Blog Fora dos Rótulos convidamos você a empoderar-se conosco e nos ajudar a empoderar outras gordas na nossa campanha #EMPODEREUMAGORDA.

empodere uma gorda

O nosso lema é o seguinte: “Não perca tempo explicando para o gordofóbico que ele está sendo preconceituoso, use esse tempo para empoderar uma gorda dizendo o quanto ela é especial”.

Empoderando a gorda ao seu lado, ela será mais uma na luta contra a gordofobia e poderá nos ajudar a viver num mundo com mais diversidade, representatividade e tolerância.

Se você conhece uma pessoa gorda e já teve oportunidade de conversar com ela sobre o preconceito que ela sofre na sociedade, você também vai querer se juntar a nós. Se você é uma pessoa gorda está mais do que na hora de fazer parte do nosso time, vamos mostrar ao mundo que somos pessoas comuns, que queremos ser respeitadas como somos, que todas nós somos iguais independente da nossa forma física.

Para deixar claro, a palavra gorda não é um xingamento. É uma característica do corpo de alguém, assim como alto, baixo, magro. Mas, quando colocada em certas situações de exclusão do indivíduo, é sim considerada negativa e preconceituosa. Para entender, vamos lembrar o que é GORDOFOBIA:

Gordofobia é a repulsa, o nojo, o asco, o sentimento de raiva e necessidade de afastamento do individuo gordo, da gordura e de tudo que a cerca.
Gordofobia é a forma de opressão, a pessoas com mais tecido adiposo no corpo, é a desqualificação e inferiorização dessas pessoas, baseada em critério único de que essa maior quantidade de gordura no corpo, incapacita, invalida, enfeia e emburrece essas pessoas.
Gordofobia é a negação da existência da pluralidade do ser humano, que pode ser ou não magro, é a invalidação da atuação de aspectos, de natureza genética ou ambiental que podem transformar o corpo humano em gordo ou magro.
Gordofobia é basear-se em especulações sobre a saúde de um individuo devido o seu corpo e, dar-lhe o titulo de doente, baseado apenas no fato do corpo dele ser gordo.
(Fonte)

A gordofobia então é triste, é absurda e é abominável! Nos ajude nessa campanha e #EMPODEREUMAGORDA!

Siga nosso instagram @empodereumagorda e sinta-se empoderada também!

empodere uma gorda

Junte-se a nós no instagram

Fora dos Rótulos

Estilo Curvas

Lady Fofa

Continue Reading